30 de maio, 2024

Últimas:

A sofisticação dos cibercriminosos se intensifica com estratégias emergentes para lucrar ou causar o caos

Anúncios

Embora as táticas testadas e comprovadas, como phishing e malware, tenham vindo para ficar, sempre há novas abordagens a serem observadas no campo da segurança cibernética ou cibersegurança. A 11ª Previsão Anual do Setor de Violação de Dadosda Experian inclui seis previsões para 2024 que focam uma lente global sobre os movimentos inteligentes que os cibercriminosos de perto e de longe poderão fazer para penetrar nas organizações e coletar recompensas.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20240125313681/pt/

Anúncios

To download the Experian Data Breach Resolution Industry Forecast, go to https://ex.pn/2024databreachindustryforecast. (Graphic: Experian)

To download the Experian Data Breach Resolution Industry Forecast, go to https://ex.pn/2024databreachindustryforecast. (Graphic: Experian)

Anúncios

Embora 2023 tenha sido um ano “bem-sucedido” para os malfeitores, podemos ver o surgimento dos seguintes itens para agitar ainda mais o cenário cibernético este ano:

  • Seis graus de separação: Não há dúvida de que violações de dados de terceiros têm feito manchetes. Com o aumento da coleta, armazenamento e movimentação de dados, há muitos parceiros na cadeia de suprimentos que podem ser alvos. Preveem-se ataques em sistemas quatro, cinco ou seis graus longe da fonte original,àmedida que os fornecedores terceirizam dados e soluções tecnológicas, que terceirizam para outro especialista, e assim por diante.
  • Pouco a pouco, o pouco se transforma em muito: Ao tentar alcançar um objetivo, diz-se que dar pequenos passos pode levar a grandes resultados. Hackers podem aplicar essa mesma regra. Em vez de tomar medidas drásticas e tentar obter recompensas instantâneas, como no caso do ransomware, os malfeitores podem simplesmente manipular ou alterar os menores fragmentos de dados para permanecerem fora do radar, como alterar uma taxa de câmbio ou ajustar as coordenadas para o transporte, o que pode ter um grande impacto.
  • Não é um ator coadjuvante: É amplamente conhecido quem são os principais atores globais que patrocinam ataques e um novo país no sul da Ásia pode entrar no cenário internacional com sua grande população de engenheiros e programadores. Embora supostamente tenha estado no jogo concentrando-se em ciberataques regionalmente devido a tensões políticas, esse país pode ampliar suas perspectivas no futuro.
  • Não, não é a Mãe Terra! Plutônio, térbio, wafers de silício – esses materiais de terras raras que são os blocos de construção para os dispositivos de hardware atuais estão rapidamente se tornando os recursos mais procurados do planeta. Qualquer interrupção em uma cadeia de suprimentos já sobrecarregada pode fazer o setor (e a economia que depende desses materiais) girar. Isso representa uma oportunidade intrigante para os hackers que desejam criar interrupções, ou para os estados-nação que desejam dominar um mercado ou interromper a economia de um inimigo.
  • O efeito Scarface: Como cartéis de drogas, cibergangues estão formando organizações sofisticadas, pois unir-se a malfeitores com ideias semelhantes pode ser incrivelmente vantajoso. Isso se estende por todo o mundo, com países que podem se ajudar mutuamente para promover objetivos e interesses comuns. Veremos mais hackers para comércio, grupos buscando expandir seus monopólios e alianças de ciberguerra.
  • Ganhar por dentro: Em 2024, poderemos ver malfeitores empreendedores visando mais empresas de capital aberto para obter insights com o intuito de enganar o mercado de ações ou planejar seus ataques e vender suas ações antes que o valor caia. Em vez de violar uma organização e agir na clandestinidade com dados roubados, os malfeitores poderiam aproveitar a extração de dados e seus talentosàvista de todos como investidores comuns.

“Os cibercriminosos estão sempre trabalhando de forma mais inteligente, e não mais difícil”, disse Michael Bruemmer, vice-presidente de Resolução Global de Violação de Dados da Experian. “Eles estão aproveitando novas tecnologias, como a inteligência artificial, e aplicando seus talentos de diferentes forma para serem mais estratégicos e ficarem um passoàfrente. As organizações não devem ignorar nem mesmo as menores anormalidades de segurança e devem estar mais conscientes de quais interesses globais podem torná-las um alvo.”

Para acessar o relatório gratuito, visite https://ex.pn/2024databreachindustryforecast.

“Hoje, os perpetradores podem vir de qualquer lugar do mundo e trazer consigo recursos e conhecimentos robustos”, acrescentou Jim Steven, chefe de Serviços de Resposta a Crises e Dados da Resolução de Violação de Dados Globais da Experian no Reino Unido. “Existem muitas organizações criminosas globais e operações apoiadas por nações, então as empresas precisam investir em métodos de prevenção e resposta sofisticados para se protegerem.”

A Resolução Global de Violação de Dados da Experian oferece recursos internacionais para empresas afetadas por um incidente de segurança e os serviços incluem o IdentityWorks℠ Global, call centers multilíngues e notificações que abrangem mais de 100 países. A Experian também expandiu recentemente suas capacidades para o Japão, Taiwan e Tailândia.

Para saber mais sobre a Resolução Global de Violação de Dados da Experian, acesse https://www.experian.com/business/solutions/fraud-management/global-data-breach-services.

Sobre a Experian

A Experian é a maior empresa global de serviços de informação do mundo. Durante os grandes momentos da vida – da compra de uma casa ou de um carro, passando pelo envio de um filho para a faculdade, ao crescimento de um negócio por meio da conexão com novos clientes – capacitamos os consumidores e nossos clientes a gerenciar seus dados com confiança. Ajudamos as pessoas a assumir o controle financeiro e a acessar serviços financeiros, as empresas a tomar decisões mais inteligentes e a prosperar, os credores a conceder empréstimos com mais responsabilidade e as organizações a evitar fraudes de identidade e crimes.

Temos 22.000 pessoas operando em 32 países e todos os dias investimos em novas tecnologias, pessoas talentosas e inovação para ajudar todos os nossos clientes a maximizar todas as oportunidades. Com sede corporativa em Dublin, na Irlanda, estamos listados na Bolsa de Valores de Londres (EXPN) e fazemos parte do índice FTSE 100.

Saiba mais em www.experianplc.com ou visite nosso hub de conteúdo global em nosso blog de notícias globais para obter as últimas notícias e insighs do Grupo.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contato:

Sandra Bernardo

Experian

949 529 7550

sandra.bernardo@experian.com

Fonte: BUSINESS WIRE

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Veronyka Oliveira Silva – 11 anos Sepultamento Cemitério Jardim 30/05/24 às 17h Não há informação sobre o velório Anúncios...

Categorias