23 fevereiro, 2024

Últimas:

Alimentação saudável e sem desperdício: projeto de nutrição chama a atenção

Projeto sobre educação nutricional permite o acesso de escolares da rede pública de ensino da cidade de Passos-MG a atividades direcionadas ao cuidado em saúde e auxilia no combate ao desperdício alimentar e excesso de peso.

Nas últimas quatro décadas, têm crescido os casos de sobrepeso e obesidade entre crianças e adolescentes. Dados do Ministério da Saúde mostram que 33,5% das crianças e adolescentes brasileiros atendidos pela atenção primária à saúde do SUS em 2021 apresentavam excesso de peso. Um relatório recente da ENANI também constatou que uma em cada 10 crianças brasileiras menores de 5 anos está acima do peso e 18,6% correm risco de ter excesso de peso (https://enani.nutricao.ufrj.br/wp-content/uploads/2022/02/Relatorio_Estado_Nutricional-5.pdf).

Buscando refletir e argumentar sobre a importância de uma alimentação saudável, propondo medidas que visem hábitos alimentares mais adequadas, planejando uma alimentação mais saudável, professores e estudantes do curso de Nutrição da Universidade do Estado de Minas Gerais, localizada no município de Passos, desenvolveram o projeto “Alimentação Saudável e sem Desperdício”.

De acordo com o professor e idealizador do projeto, dr. Márlon Martins Moreira, o projeto foi desenvolvido com o objetivo de ensinar e estimular escolares e professores sobre a importância da nutrição para a saúde. “O projeto permitiu reduzir consideravelmente o desperdício alimentar gerado na produção das refeição nas escolas, e ampliou o consumo de alimentos naturais, visto que as atividades de educação nutricional desenvolvidas de forma lúdica, permitiram que as crianças tivessem curiosidade e procurassem experimentar novos alimentos que eram inseridos na rotina alimentar”, afirma.

Desde março de 2023 os estudantes de nutrição sob orientação do professor Dr. Márlon, aplicam pesquisas participativas na escola, buscando melhor compreender a dinâmica de relação e afetividade com o hábito alimentar; e ainda realizaram avaliações nutricionais, com propósito de identificar possíveis desvios nutricionais nos escolares. Ao todo mais de 300 crianças já foram contempladas com as atividades realizadas, e aquelas em que se identificou alterações de crescimento, ou relacionadas ao peso; foram direcionadas para atendimento nutricional individualizado e gratuito, no ambulatório de atenção nutricional do curso de Nutrição na Universidade.

O professor coordenador do projeto, reforça que projetos desta natureza permitem maior aproximação entre o meio acadêmico e a comunidade, e garantem maior cuidado em saúde, principalmente naqueles indivíduos em vulnerabilidade social. Já os resultados se refletem em um melhor desenvolvimento da criança no ambiente escolar, contribuem para maior cuidado e enfrentamento ao excesso de peso e doenças relacionadas; e permitem que os conhecimentos adquiridos sejam também incorporadas à rotina da criança, fora do ambiente escolar.

Últimas

Roaming de dados sem preocupações, agora em todos os aplicativos: eSIM Innovator 1GLOBAL dá à fintech seu próprio serviço de roaming

22/02/2024

Crescente interesse na integração API de comunicação móvel exclusiva da 1GLOBAL por parte de empresas de...

Categorias