20 de maio, 2024

Últimas:

Janeiro Branco: saúde física e mental têm relação estreita

Janeiro Branco: saúde física e mental têm relação estreita

Anúncios

Está chegando ao fim a campanha de 2024 do Janeiro Branco, feita anualmente para conscientizar a população brasileira sobre a importância dos cuidados com a saúde mental e emocional. Neste mês, procura-se alertar sobre a prevenção e tratamento de doenças como depressão, ansiedade, síndrome do pânico, esquizofrenia e transtorno bipolar. 

O Instituto Janeiro Branco oferece diversos materiais com ideias para promover a cultura da saúde mental e, entre eles, estão programas de atividades físicas e caminhadas. O Instituto tem como objetivo promover a conscientização sobre a importância da saúde mental e inspirar a criação de políticas públicas dedicadas às necessidades psicossociais das pessoas.

Anúncios

Para o médico ortopedista Dr. Marco Aurélio S. Neves, a inclusão de exercícios físicos entre as dicas de cuidado da saúde mental indica a relevância da relação entre a saúde física com possíveis transtornos emocionais e mentais. 

“As condições físicas e a saúde mental estão interligadas de diversas maneiras”, explica Dr. Neves. “Muitas doenças ortopédicas estão associadas à dor crônica e desconforto persistente, por exemplo, o que pode contribuir para o desenvolvimento de transtornos mentais como depressão e ansiedade”, conta o especialista.

Anúncios

As alterações na qualidade de vida e o impacto nas relações sociais também são características das doenças ortopédicas que podem levar ao desenvolvimento de sintomas depressivos, segundo o médico. 

Com efeito, de acordo com o periódico Jama (Jornal da Associação Médica dos EUA), a saúde mental é indissociável da saúde física: o estudo apontou que transtornos como depressão ou problemas psiquiátricos estão cada vez mais relacionados a uma piora de todo o organismo.

O Dr. Marco Aurélio S. Neves reforça essa questão, pontuando que a “relação entre doenças ortopédicas e transtornos mentais não é puramente unidirecional”, sendo que os transtornos de saúde mental também podem impactar na percepção da dor e recuperação física. 

“O tratamento holístico é essencial para promover a recuperação completa e melhorar a qualidade de vida do paciente. Isso pode incluir intervenções como a fisioterapia, a terapia cognitivo-comportamental, a gestão da dor e o apoio psicossocial”, diz. “A abordagem multidisciplinar é fundamental para atender às complexidades dessas condições”, finaliza o médico.

Janeiro Branco

Assim como o Outubro Rosa e o Novembro Azul, o foco do Janeiro Branco é a conscientização da necessidade de cuidar de uma área específica da saúde. Segundo o comunicado do governo sobre a campanha, a razão da escolha de janeiro é a associação simbólica e cultural do primeiro mês do ano com a tendência das pessoas a refletirem sobre suas relações sociais e condições emocionais. Já o uso da cor branca, segundo o Instituto Janeiro Branco, é devido ao fato de a cor representar “folhas em branco” sobre as quais pode-se escrever expectativas e mudanças desejadas. 

É possível, atualmente, obter benefícios previdenciários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) devido a transtornos e incapacitações decorrentes de problemas de saúde mental. 

“O foco da campanha é a saúde mental no geral, mas existem vários assuntos específicos dentro desse universo que podemos abordar, como inteligência emocional, felicidade e propósito no trabalho, equilíbrio entre vida pessoal e profissional e sinais de alerta físicos da saúde mental”, lembra o Dr. Marco Aurélio S. Neves.

Para saber mais, basta acessar http://www.drmarcoaurelio.com.br 

Talvez te interesse

Últimas

Crescimento do setor impulsiona seguradoras a inovarem para oferecer melhores benefícios e mais comodidades aos viajantes...

Categorias