19 de junho, 2024

Últimas:

Segurança é fator determinante na escolha de condomínios

Segurança é fator determinante na escolha de condomínios

Anúncios

Uma pesquisa recente realizada pela Real Time Big Data para o programa Fala Brasil, veiculado no portal de notícias R7, destaca que a segurança desempenha um papel preeminente na tomada de decisão dos indivíduos ao escolherem condomínios como sua residência. Segundo o levantamento, 69% dos participantes mencionaram a segurança como o fator determinante nessa escolha. Além disso, o conforto também foi citado como um motivo para a opção de morar em condomínios.

Esse estudo revelou que aproximadamente 20% da população brasileira reside em condomínios, com 85% desses moradores expressando sua satisfação em viver nesse ambiente. Contudo, a pesquisa identificou obstáculos associados à vida condominial. Cerca de 21% dos entrevistados apontaram a convivência como um desafio significativo. Outros 17% manifestaram preocupações quanto à privacidade e 11% referiram questões relacionadas à interação entre moradores.

Anúncios

Além disso, 15% dos entrevistados tiveram experiências negativas com vizinhos, enquanto 41% presenciaram conflitos no ambiente condominial. A pesquisa também detalhou a distribuição geográfica, com 74% dos moradores de condomínios em edifícios concentrados na região Sudeste.

Para o diretor da Easyseg, Michael Hoppe, a pesquisa que aponta a segurança como o fator primordial na escolha de condomínios é extremamente relevante e corrobora com a importância da portaria remota em atender essa necessidade. 

Anúncios

“Ela é uma alternativa que aprimora a segurança de maneira eficiente, permitindo um controle de acesso rigoroso, registro de entrada e saída de visitantes, além de sistemas de monitoramento avançados”, destaca. “Para além do condomínio residencial, o uso da portaria remota pode ser feito no empresarial, ajustando horários e datas específicas para adentrar nas dependências, dificultando que sejam realizados acessos não programados, evitando casos de intrusão ao local”, complementa. 

Hoppe explica que a empresa responsável pela segurança tem como função realizar projetos personalizados. “A implementação de câmeras com inteligência artificial, rondas motorizadas e até mesmo a inclusão de um seguro predial, são fatores determinantes no momento de concluir um projeto de segurança”, pontua. 

De acordo com Hoppe, as novas tecnologias do setor ampliam a busca do serviço, tendo em vista que as pessoas estão cada vez mais acostumadas à utilização de tecnologia em seus smartphones. “As atuais ferramentas da portaria se utilizam de diversas tecnologias similares, como o acesso biométrico, leitor facial e acesso por QR Code”, salienta.

O setor de portaria remota no Brasil teve um aumento em sua utilização nos últimos anos. Um estudo realizado pelo portal Sindiconet em 2021 apontou um crescimento de 86% nos últimos três anos. Já uma pesquisa promovida pela Abese (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança) sinaliza que o setor de portaria remota no país está projetado para um aumento de aproximadamente 19% neste ano.

Para saber mais, basta acessar: https://easyseg.com

Talvez te interesse

Últimas

Maus hábitos com a saúde prejudicam o aprendizado...

Categorias