14 de julho, 2024

Últimas:

Centi-Millionaire Report 2023: O surgimento de uma nova classe de super-ricos

Anúncios

LONDRES, Oct. 10, 2023 (GLOBE NEWSWIRE) — Existem atualmente 28 420 centi-milionários no mundo, mais do dobro do número de há 20 anos e um aumento de 12% em comparação com o ano passado, de acordo com o Centi-Millionaire Report de 2023 divulgado hoje pelos consultores de migração de riqueza e investimento Henley & Partners e apresentando dados exclusivos da empresa global de inteligência de riqueza New World Wealth. Esta elite global, em rápido crescimento, de super-ricos altamente influentes, possui ativos investíveis de 100 milhões de dólares ou mais.

Tal como referido no relatório inaugural do ano passado, a nível nacional, a maioria dos centi-milionários (ou “centis”) concentra-se nos EUA (38%), seguidos dos grandes mercados emergentes da China e da Índia. Um terço da comunidade centi-milionária mundial vive em 50 cidades-chave de todo o mundo, com a cidade de Nova Iorque a ostentar a coroa com 775 centi-milionários residentes.

Anúncios

Dr. Juerg Steffen, Diretor Executivo da Henley & Partners, afirma que o grupo de mais de 100 milhões de dólares representa a melhor definição, no mundo atual, do que significa ser “super-rico”. “Ainda não há muito tempo, no final dos anos 1990, a maioria dos bancos considerava que 30 milhões de dólares era a fortuna necessária para atingir este estatuto. No entanto, os preços dos ativos aumentaram significativamente desde então, fazendo com que 100 milhões de dólares sejam o novo valor de referência.”

Principais cidades centi

Anúncios

Logo a seguir a Nova Iorque, em primeiro lugar, vem a Bay Area com 692 centi-milionários residentes, seguida de Los Angeles com 504 centis. Este grupo de super-ricos cresceu um pouco mais de 5% na Big Apple nos últimos 12 meses, em comparação com 11% na Bay Area. Chicago também faz parte do Top 10, assegurando o 9º lugar com 286 centi-milionários, mas esta é uma queda significativa de quase 16% em comparação com o ano passado.

No total, os EUA têm 12 cidades no top 50, com um total combinado de 3311 centis, representando 11,7% da população centi-milionária do mundo em junho de 2023.

Em contrapartida, o Reino Unido tem apenas uma cidade no top 50, Londres, que surge em 4º lugar com 388 centi-milionários, o que representa 1,4% da população centi do mundo. Outrora o centro mundial de afluência e influência, Londres parece ter dado um mergulho. Há um ano, existiam 406 centis na capital do Reino Unido, o que corresponde a uma perda de 4,4% em apenas 12 meses.

A Ásia tem uma representação impressionante nas classificações superiores, com quatro cidades e territórios asiáticos entre os 10 melhores locais do mundo para centi-milionários. A China continental tem duas cidades no top 10: Pequim é a 5ª com 365 centi-milionários e Xangai é a 6ª com 332. Segue-se Singapura, em 7º lugar, com 330 centis, enquanto Hong Kong (RAE da China), em 8º lugar, alberga 305 centi-milionários. Paris e a Ile-de-France estão em 10º lugar, com 280 centi-milionários residentes entre si.

Previsões de crescimento no Sul Global

Das 50 principais cidades, o centro de comércio eletrónico de Hangzhou, na China, deverá registar o maior crescimento da sua população de centi-milionários na próxima década, com um aumento previsto de 95%, seguido de perto pelo proeminente centro tecnológico de Shenzhen (88%).

Prevê-se que o emergente centro de negócios global de Riade, na Arábia Saudita, e o maior centro comercial da Índia, Deli, registem o 3º maior crescimento, de 85% cada, até 2033, enquanto a capital financeira, Mumbai, deverá registar um crescimento de 80% na sua comunidade de centi-milionários. A cidade de Austin, nos EUA, amiga da tecnologia, também tem uma projeção de crescimento muito forte de 84% até 2033.

O Dubai, com a sua economia vibrante e diversificada, não fica muito atrás de Mumbai, com um crescimento de 78% de centi-milionários previsto para os próximos 10 anos, seguido do principal nexo de transportes e comércio da China, Guangzhou (76%), e da cidade mais cara do mundo, o Mónaco (72%).

Os números na Austrália também parecem estar preparados para aumentar acentuadamente: 67% em Melbourne, 60% em Sydney e 57% em Perth. Em contrapartida, o crescimento dos centi-milionários deverá ser de 17% em Los Angeles, 12% em Londres, 6% em Chicago e apenas 5% em Moscovo.

Ler a versão integral do comunicado de imprensa e do relatório

Contacto para a comunicação social

Sarah Nicklin

Diretora do Grupo de RP

sarah.nicklin@henleyglobal.com

Telemóvel: +27 72 464 8965



GLOBENEWSWIRE (Distribution ID 1000843258)

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Maria Bozzoni Lourenço – 85 anos Sepultamento Cemitério Portal das Cruzes 15/07/24 às 10h Velório Complexo Funerário Anúncios Genitora...

Categorias