22 de maio, 2024

Últimas:

Brasiluz ajudará na transmissão de energia elétrica no RJ

Brasiluz ajudará na transmissão de energia elétrica no RJ

Anúncios

Braziluz, empresa especializada em soluções sustentáveis em iluminação e geração de energia fotovoltaica, será a responsável nos próximos 30 anos pelo lote 8 arrematado durante o Leilão de Transmissão nº 1/2024, realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). A instituição estará à frente das tratativas para as obras de reforço do sistema de transmissão e rebaixamento de energia elétrica no litoral norte do estado do Rio de Janeiro.

Isso significa que a empresa fará o incremento da disponibilidade de energia elétrica da região para um fornecimento de energia elétrica mais confortável, ou seja, garantirá formas para que a população tenha acesso à energia elétrica de qualidade. O reforço será feito por meio da instalação de quatro transformadores de alta potência para rebaixar as tensões. Trata-se de equipamentos de proteção de circulação da energia elétrica dentro da subestação, readequando as conexões das linhas de transmissão que servem às referidas localidades.

Anúncios

A instalação dos equipamentos de proteção e estabilização da circulação de energia elétrica com para-raios – que protegem o funcionamento do banco de transformadores de alta potência – atenderá grandes cidades do estado, como Campos, São João da Barra e Macaé, além do Porto do Açu.

Daniel Faour Auad, sócio da Brasiluz, destaca a importância do trabalho para a região: “a obra será feita em uma área de expansão industrial. Isso quer dizer que uma rede de transmissão de energia elétrica robusta e eficiente é essencial. Além disso, estamos atuando em uma região da ANEEL. Isso significa que vamos contribuir para o sistema nacional, ajudando em várias frentes. Tudo isso sem contar com o Porto do Açu, que é relativamente novo nesta localização, mas que já tem um papel fundamental no estado do Rio de Janeiro”, destaca Auad.

Anúncios

De acordo com o edital da concessão, os próximos passos são a habilitação da documentação da empresa junto à ANEEL, bem como a constituição da Sociedade de Propósito Específico (SPE). O grupo funcionará como um conselho para o andamento das obras, junto à outra organização que ainda será escolhida para encabeçar as instalações dos equipamentos em si, que deve durar 36 meses e exigir um investimento de R$ 142 milhões, já contando com a operação.

“A Brasiluz tem expertise em participar de concessões de longa duração. Somos um grupo com conhecimento na área de iluminação pública e já atuamos em frentes como smartcities, vislumbrando no Brasil caminhos de expansão e desenvolvimento nacional. Conquistamos o lote 8 da ANEEL e estamos animados em poder contribuir com a transmissão de energia elétrica no país. Sabemos que esse avanço é importante não só para o Rio de Janeiro, mas também para todo o Brasil”, frisa Jorge Marques Moura, também sócio da Brasiluz.

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Ao longo de março, abril e maio foram desenvolvidas diversas etapas do projeto Geo-escola na Escola Municipal de Ensino...

Categorias