24 de junho, 2024

Últimas:

Empresas devem atentar para alto dos custos de tráfego pago

Empresas devem atentar para alto dos custos de tráfego pago

Anúncios

Em marketing digital, tráfego pago consiste em uma estratégia de divulgação de uma marca por meio de anúncios publicitários na internet. Essa divulgação pode ser feita por meio de links patrocinados em mecanismos de busca, banners em sites, posts em redes sociais, entre outras possibilidades, objetivando atrair visitantes para a página do anunciante.

O tráfego pago demanda investimento na criação de anúncios atraentes, visando direcionar um maior fluxo de visitantes para a plataforma de uma empresa e atrair leads qualificados para seus produtos e serviços, aumentando, dessa forma, as chances de conversão em vendas.

Anúncios

Esse tipo de publicidade tem crescido em ritmo acelerado no Brasil. Um levantamento da eMarketer, multinacional de inteligência de mercado, estima que o país deverá ocupar o quinto lugar no mundo em volume de investimentos em anúncios no meio digital.

Com a popularização das ferramentas de anúncios on-line, porém, o preço do tráfego pago tem ficado mais caro. Um estudo recente divulgado pela Wordstream revelou um aumento médio de 19% no custo por lead no Google Ads, o principal serviço de publicidade do Google, em 2022.

Anúncios

Giovanni Ballarin, CEO da agência de marketing digital Mestres do Site, avalia que os gestores de marketing devem ficar atentos a essa tendência de elevação de custos do tráfego pago. “Estratégias de publicidade digital baseadas completamente em tráfego pago colocarão negócios em risco, pois em algum momento a conta pode não fechar no final do mês”, enfatiza.

O especialista ressalta que ampliar a quantidade de fontes de aquisição de leads de forma orgânica é imprescindível para as empresas que desejam diminuir gastos com publicidade digital. No tráfego orgânico, as visitas às páginas de uma organização são espontâneas, não dependem de anúncios pagos. “Essas estratégias normalmente são deixadas de lado porque requerem um entendimento muito profundo sobre o ICP [Ideal Customer Profile, ou Perfil do Cliente Ideal, em português] ou a Buyer Persona [representação fictícia do consumidor] da marca”, afirma.

Ballarin destaca duas vias orgânicas que podem ser exploradas por qualquer negócio: as buscas orgânicas, que consistem em aplicar técnicas de SEO no site da empresa para ranqueá-lo melhor nas páginas de pesquisa, e as mídias sociais orgânicas, que consistem na oferta de conteúdo de interesse do público, ambas sem custo direto.

Por fim, o CEO da Mestres do Site realça que um planejamento de marketing digital baseado em estratégias de tráfego orgânico proporciona resultados consistentes, escaláveis e duradouros, contudo “demanda pesquisa, dedicação e regularidade, além de conhecimento técnico para a criação de conteúdos relevantes que atinjam o público-alvo pretendido”.

Para saber mais, basta acessar: https://mestresdosite.com.br/otimizacao-de-sites/

Talvez te interesse

Últimas

O encontro inter e transdisciplinar vai reunir pesquisadores, estudantes e profissionais do Brasil e do exterior, em agosto...

Categorias