16 de junho, 2024

Últimas:

Artistas participam de mostra de arte pública em Itabira

Artistas participam de mostra de arte pública em Itabira

Anúncios

Artistas com atuação nacional e internacional estarão presentes na primeira edição do MAPA (Mostra de Arte Pública), entre os dias 9 e 15 de outubro, na cidade de Itabira (MG). A proposta do evento é lançar um holofote sobre a cidade por meio da arte pública, com a criação de uma grande galeria a céu aberto. Por esse motivo, a curadoria do festival apresenta grandes nomes da arte urbana internacional com o intuito de incluir Itabira no mapa da arte urbana.

Eduardo Kobra, Zéh Palito, Mag Magrela, além de quatro artistas itabiranos selecionados por meio de convocatória aberta do projeto, farão pinturas em empenas e muros. O festival traz, ainda, em uma parceria com o Consulado da Itália em Minas Gerais, um dos principais nomes da arte contemporânea urbana, o italiano Millo. A pintura de Eduardo Kobra homenageará Carlos Drummond de Andrade e será feita em uma empena de 32 metros de altura, localizada no Hotel IT (Avenida Duque de Caxias, 1220, Centro de Itabira).

Anúncios

Já Raquel Bolinho e Carlos Bracher criarão instalações públicas, ambas também em homenagem ao poeta itabirano. Bolinho fará uma escultura permanente de 3,5 metros de altura de um Bolinho representando Drummond menino, com a sua bicicleta e será instalada próximo à praça da EEMZA, uma das principais escolas de Itabira. Drummond sempre fez oposição artística, ambiental e filosófica contra a mineração e destruição do Pico do Cauê. Bracher ilustrou o pico antes e depois da sua destruição. Essa é uma das ilustrações que ganham grandes dimensões em uma instalação site specific criada para a fachada da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, no centro de Itabira.

Segundo a artista conhecida como Bolinho, nascida em Itabira, a ideia do festival é inovadora para a região. “Sou itabirana e passei grande parte da minha vida morando na cidade, onde não tinha nada de graffiti. Pensar que agora ela vai receber nomes tão importantes da cena da arte urbana e receber pinturas que eu nunca imaginei, é incrível”, comenta.

Anúncios

De acordo com a artista Mag Magrela, trata-se de um festival que tem uma preocupação tanto com as pessoas e artistas do território quanto com a curadoria da escolha dos artistas. “Isso é muito importante e faz toda a diferença para estar em um festival, principalmente essa preocupação curatorial. O festival de arte de rua fomenta esse mercado, fortalece a profissão, faz com que os artistas deem continuidade ao trabalho, exponham seus trabalhos, se conectem com outros artistas e outras formas de se viver, conhecendo outras cidades e as pessoas que moram nelas. Podem até mesmo conhecer outras formas de se fazer a arte. Gosto muito desse intercâmbio cultural, quanto mais conhecimento de formas diferentes de se viver e de enxergar o mundo, melhor a gente se torna”, acrescenta.

O evento conta com uma programação ampla, gratuita e para públicos de todas as idades. Além das pinturas e instalações públicas, haverá shows e DJ, sarau de poesia, oficinas grafitti com Bolinho e Mag Magrela, intervenções urbanas e Oficina de Tagtool (desenho com luz), ambas com com o VJ Suave. Em uma parceria entre o MAPA e o projeto ‘’Sempre Um Papo’’, o público terá a oportunidade de acompanhar um bate-papo com o muralista Kobra, que falará sobre o graffiti, o muralismo e a arte urbana. A dinâmica ocorrerá no dia 10 de outubro, às 19h30, no teatro da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) – Avenida Carlos Drummond de Andrade, 666, centro – Itabira (MG), também com entrada franca.

“Para Itabira, promover um espetáculo deste tamanho e receber artistas desta envergadura é algo maravilhoso. Impensável até alguns anos atrás. Felizmente, a cidade agora se volta para a grandeza que sempre teve, com aspirações de se abrir cada vez mais”, destaca o prefeito de Itabira, Marco Antônio Lage. Ele afirma que, “certamente, as ruas estarão mais coloridas e cheias de vida ao final do MAPA; um legado que fica para a população”.

O festival MAPA Itabira é realizado pela Prefeitura de Itabira e Associação Cultural Casinha, com produção e curadoria da Pública Agência de Arte e parceria do Consulado da Itália em Minas Gerais.

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.737 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (15) no Espaço da Sorte, na...

Categorias