17 abril, 2024

Últimas:

Setor de máquinas e equipamentos cresce em março

Setor de máquinas e equipamentos cresce em março

Anúncios

Segundo o relatório da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), o setor da indústria de máquinas e equipamentos no Brasil registrou crescimento de 5,9% (com ajuste sazonal) no mês de março de 2023 frente ao mês de fevereiro. O relatório também apresenta dados de comparação com o mês de março em 2022 com queda de 0,6%. O relatório informa que essa queda é a décima consecutiva na comparação mês a mês com o ano anterior.

Dados apresentados para o mês de fevereiro no relatório da Abimaq apresentaram resultados abaixo do período de comparação em 7,8% na receita líquida de vendas da indústria de máquinas e equipamentos no Brasil em comparação com o mês de fevereiro de 2022. No primeiro bimestre o setor havia acumulado perda de 7,1%.

Anúncios

Os números apresentados para o primeiro trimestre de 2023 não vão de encontro com a previsão de especialistas do setor. O 17º Estudo Sobratema do Mercado Brasileiro de Equipamentos para Construção, conduzido pela Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração (Sobratema), estimou um aumento de cerca de 4% nas vendas em 2023, tanto para o segmento de máquinas da linha amarela quanto para todo o setor de equipamentos para construção.

No que diz respeito às exportações, no mês de março de 2023, as remessas de máquinas e equipamentos ultrapassaram uma vez mais a marca de US$ 1 bilhão. O segmento registrou um aumento de 16% em comparação com o mês de fevereiro de 2023 e de 24,2% em relação ao mesmo mês de 2022. Durante o primeiro trimestre de 2022, as exportações mantiveram-se em torno de US$ 870 milhões mensais. A partir do segundo trimestre, elevaram-se ligeiramente, alcançando um pouco mais de US$ 1 bilhão. No último mês de março, ocorreu um novo avanço, quando o setor superou as projeções e alcançou o valor de US$ 1,25 bilhão. Esse resultado contribuiu significativamente para sustentar uma parte importante das vendas de máquinas e equipamentos, mesmo diante da desaceleração das atividades internas.

Anúncios

José Antônio Valente, diretor da empresa de aluguel de equipamentos para construção civil Trans Obra afirma que o resultado do primeiro trimestre mostra que o trabalho na fabricação, venda, aluguel e entrega de máquinas para construção civil deve ser feito com qualidade pois o acredita-se que o resultado no setor ao final do ano de 2023 deve ficar abaixo do resultado de 2022. “Não importa se a empresa trabalha com máquinas de grande porte ou com equipamentos auxiliares na indústria da construção como equipamentos para compactação de solo, britadeira, bombas de água ou outros equipamentos de menor porte, o importante é oferecer serviços ou produtos de excelência e ficar atento também ao mercado de exportação”.

Últimas

Lantronix Anuncia Novos Rastreadores de Computação Edge FOX4 e Bolero 43, Expandindo Sua Premiada Família de Gateways Telemáticos

17/04/2024

Novas soluções da Lantronix visam o mercado de telemática de alto crescimento estimado em US$ 3,7...

Categorias