17 de julho, 2024

Últimas:

Uma a cada 3 mulheres já sofreu violência, aponta pesquisa

Uma a cada 3 mulheres já sofreu violência, aponta pesquisa

Anúncios

Cerca de 50 mil mulheres sofrem violência todos os dias no Brasil. São milhares de mulheres que sofrem com agressões físicas e psicológicas, seja através do uso de armas de fogo e facas ou com xingamentos e ameaças. Existem, ainda, as mulheres que não conseguem sair do ambiente de violência e sofrem agressões durante toda a vida.

A pesquisa do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgada recentemente, apontou também que 1 a cada três mulheres já sofreu algum tipo de violência cometida pelo parceiro em algum momento da vida. Dentro da análise, estão as agressões físicas e sexuais.

Anúncios

A apresentadora de televisão, Melissa Paula faz parte dessa estatística. Segundo ela, a violência doméstica começou durante a adolescência, quando se casou: “Por muitos anos tive que conviver com a dor de ser violentada por alguém com quem dividia a vida. Hoje, essa situação não existe mais. Porém, até que esse dia chegasse, ocorreram muitos episódios traumáticos”.

Segundo Melissa, a violência começa, na maioria das vezes de forma verbal, mexendo com a cabeça das mulheres. “Convivi com ofensas e abusos psicológicos, até que a violência se tornou física. Fui ameaçada com armas brancas e agredida por arma de fogo”. A apresentadora conta que hoje superou os traumas sofridos e agora encoraja as mulheres que também tentam sair desse tipo de situação. “A família e os amigos são pilares no auxílio das mulheres que sofrem com algum tipo de violência e é nosso papel, enquanto sociedade, tentar ajudá-las”.

Anúncios

Superação após a Violência

Neste mês, foi sancionada a lei que obriga que as delegacias de atendimento à mulher funcionem durante 24 horas. A iniciativa busca diminuir o número de mulheres que acabam não denunciando os casos de agressão devido à falta de locais para denúncia e por falta de proteção e auxílio. Com a mudança, a expectativa é que a violência praticada contra as mulheres diminua. 

Melissa Paula, hoje apresentadora do Programa Saber Viver, na TV aberta, diz que essa mudança é fundamental para que as mulheres consigam superar esses episódios traumáticos. “Assim como eu passei por essa fase difícil e reinventei minha vida longe de quem me violentou, é possível que mais mulheres saiam dessa situação. Para isso, é preciso aprender a fazer com que a vida seja mais leve e buscar ajuda sempre que possível, seja das autoridades ou de uma rede de apoio próxima. O importante é ‘dar a volta por cima’ e viver da melhor maneira possível, mesmo com as cicatrizes da vida”.

 

Programa Saber Viver

O Programa Saber Viver é apresentado por Melissa Paula há 5 anos e fala sobre saúde, bem-estar e qualidade de vida.

O programa vai ao ar todos os sábados, às 9h15, na Tv Alterosa (SBT Minas).

Talvez te interesse

Últimas

O pioneiro da cooperação visual acredita que a inovação pertence à tela e lança uma série de novos recursos que...

Categorias