13 de julho, 2024

Últimas:

Prevenção de intoxicação de pets pede cuidado na dedetização

Prevenção de intoxicação de pets pede cuidado na dedetização

Anúncios

A intoxicação de animais domésticos está entre as preocupações de “pais de pets” de todo o Brasil, país que é o terceiro com o maior número de animais domésticos (149,6 milhões) em todo o mundo, ficando atrás somente da Argentina e do México, com 58,1 milhões de cães e 27,1 milhões de gatos, segundo o Censo Pet IPB mais recente, realizado pelo IPB (Instituto Pet Brasil) em 2021.

Um estudo publicado por pesquisadores da Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), investigou a frequência de intoxicação em animais de pequeno porte em uma clínica veterinária. A pesquisa “Intoxicações em animais domésticos: prevalência e exames laboratoriais” chamou a atenção para o fato de que “os animais domésticos são vítimas de intoxicações exógenas que, anualmente, tem aumentado o número de atendimentos nas clínicas e nos hospitais veterinários brasileiros”.

Anúncios

O estudo também destacou que os eventos toxicológicos ocorrem principalmente no ambiente doméstico e envolvem diferentes agentes tóxicos, tais como agrotóxicos de uso agrícola, agrotóxicos de uso doméstico, raticidas, medicamentos e alimentos. 

João Victor Moreira Pinheiro Sales, sócio-administrador da Delta Dedetização, explica que a falta de informação é uma das principais causas de intoxicação quanto ao uso adequado das substâncias no ambiente doméstico, pois, por vezes, são administradas ou utilizadas sem orientação ou acompanhamento de profissional qualificado.

Anúncios

Para João, o profissional de dedetização deve atuar com a máxima prudência em casas com animais de estimação, onde há uma série de cuidados que devem ser tomados.

Quais são os cuidados necessários com os pets na hora da dedetização?

“O profissional de dedetização pode atuar em casas com pets seguindo alguns critérios, como comunicação antecipada e isolamento temporário”, afirma. “Além disso, é preciso usar produtos e métodos seguros, assegurar que o local tenha a ventilação adequada, fazer a remoção de tigelas e brinquedos e realizar uma limpeza pós-dedetização”, completa.

Sales ressalta que a empresa também pode realizar uma supervisão pós-dedetização e emitir a chamada “Certificação e Experiência”.

O sócio-administrador da Delta, empresa dedetizadora em São Paulo, ainda destaca que, ao contratar serviços de dedetização em casas que existem animais de estimação, o cliente deve se atentar e fazer uma pesquisa para escolha da empresa. “O morador deve alertar para a presença de pets em casa, comunicando antecipadamente esta situação. Também é recomendado solicitar uma inspeção prévia para que o profissional conheça o local e possa definir como serão aplicados os procedimentos”.

Para concluir, Sales explica que os clientes podem solicitar que a empresa forneça um orçamento detalhado: “Pergunte sobre os produtos que serão utilizados e siga as medidas preventivas indicadas pelo profissional após a aplicação da dedetização”, recomenda.

Para mais informações, basta acessar: https://deltadedetizacao.com.br/

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Na noite desta sexta-feira, 12, a Câmara de Botucatu realizou uma sessão solene para entrega do Título de Cidadão...

Categorias