14 de junho, 2024

Últimas:

Réveillon: temporada vai triplicar preço de diária em hotéis

Réveillon: temporada vai triplicar preço de diária em hotéis

Anúncios

Uma das épocas que marcam a alta temporada para o setor de turismo é o Réveillon, com as festas de fim de ano. Com o crescimento da demanda durante dezembro e janeiro, é normal que os valores também subam. O site de viagens Guia Viajar Melhor comparou os preços de quatro hotéis em destinos bastante procurados durante o período e constatou aumentos que vão de 315% até 900% no valor das diárias de hotéis e resorts.

No Rio de Janeiro, em Copacabana, hotéis famosos oferecem quartos de padrão superior com vista da cidade com diárias entre R$ 2.500 a R$ 3.500 nos meses de julho e agosto. Para os últimos dias de dezembro, no mesmo hotel, esse valor pode subir para R$ 11.200,00, o que equivale a um aumento de até 448%.

Anúncios

Em frente à praia de Ipanema, próximo ao Arpoador, as diárias em hotéis conceituados custam a partir de R$ 2.300 nos meses de julho e agosto. Já em dezembro, o valor da mesma acomodação sobe para de R$ 9.200,00, totalizando um aumento de até 400%.

Para quem prefere aproveitar as praias do Nordeste, um resort de luxo em Porto de Galinhas, com regime all inclusive, possui diárias a partir de R$ 2.190,00 em apartamento deluxe. Nos últimos dias do ano, o valor sobe para R$ 6.900,00, significando um aumento de 315%. Um pacote de três diárias no Réveillon, por exemplo, sai por R$ 29.340,00. 

Anúncios

Hotéis à beira-mar em Jericoacoara têm diárias a partir de R$ 1.250,00 para o mês de julho e agosto, em apartamento na categoria superior. Já para a virada do ano, os valores sobem para R$ 11.250,00, totalizando um aumento de quase 900%. Um pacote de três noites no Réveillon chega a custar R$ 33.750,00 para duas pessoas.

Turismo em ascensão no Brasil

Segundo dados do Ministério do Turismo, em 2023, o ramo de hotelaria registrou taxas de ocupação superiores a 80% no período que compreende o final de dezembro e início de janeiro. Entre os destaques da pesquisa, estão os municípios alagoanos de São Miguel dos Milagres, Maragogi e Porto das Pedras, que chegaram a 100% de ocupação hoteleira. A cidade de Angra dos Reis (RJ) registrou 97%, enquanto Recife (PE) e Florianópolis (SC) tiveram uma média de 95% de ocupação.

Em pesquisa realizada pelo HotelInvest, em parceria com o Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil, foi verificado que o desempenho do setor foi crescente em 2022. Segundo os dados, divulgados em janeiro de 2023, todas as capitais estão próximas do RevPAR de 2019, sendo que três – Recife, Manaus e Rio de Janeiro – já ultrapassaram essa métrica, igualando-se à taxa de ocupação e ganhos do período pré-pandemia. 

Expectativas da indústria de viagens para 2023

Somente nos primeiros quatro meses de 2023, o Brasil já registrou a chegada de 2,7 milhões de viajantes internacionais, equivalente a 75% do número total de visitantes em todo o ano passado. Os números foram divulgados pela Embratur – Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo. 

Segundo o relatório Travel & Tourism Economic Impact 2023, publicado pelo WTTC, o setor está desempenhando um papel significativo na economia do país. A projeção estima uma arrecadação de R$ 752,3 bilhões até o final de 2023.

De acordo com as informações do WTTC, estima-se que até 2033, esse setor alcance cerca de R$ 871,3 bilhões em valor agregado à economia. Além disso, esse crescimento terá um impacto positivo na geração de empregos, prevendo a criação de mais de 9,1 milhões de postos de trabalho. Este número representa uma média de 8,6% de todos os empregos no Brasil.

Talvez te interesse

Últimas

A Chip2Go, Fama, Licensing, e Assis Moreira Group Inc. assinaram um contrato global de licenciamento e parceria de longo prazo...

Categorias