Tempestade solar pode atingir a Terra nesta quarta-feira

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Uma tempestade solar está prevista para atingir o planeta Terra na quarta-feira (14), após uma explosão de radiação ter sido liberada pelo Sol na última semana. De acordo com o Daily Mail , o evento pode saturar satélites, interromper fontes de energia na Inglaterra, Estados Unidos e na Escócia, além de provocar exibições deslumbrantes das auroras boreais e austrais.

A chegada da tempestade solar coincide com a formação de “rachaduras” de equinócios no campo magnético da Terra, o que, segundo cientistas, ocorre em 20 de março e 23 de setembro, anualmente.

O que pode acontecer?

Enfraquecendo a proteção natural do nosso planeta contra partículas carregadas, essas “rachaduras” podem ameaçar os voos comerciais e os sistemas GPS por afetar a órbita terrestre, exposta aos ventos que variam de intensidade.

Entretanto, as fissuras também possibilitam que astrônomos identifiquem mais facilmente as luzes em regiões polares. No mundo animal, as tempestades ainda podem “confundir” o sistema de localização de alguns mamíferos marinhos, o que aumenta a aparição dos animais nas praias.

Por meio de um comunicado oficial, a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA) dos Estados Unidos expôs que “o relógio que monitora as tempestades geomagnéticas de pequenos impactos está apontando que esses eventos devem ocorrer entre 14 e 15 de março, e que não prejudicará os seres humanos”.

Estimativas realizadas pela agência espacial americana (Nasa) mostraram que de acordo com a escala desse fenômeno, que vai de G, para tempestades fracas, R para moderadas e S para tempestades poderosas, o evento esperado amanhã provavelmente ficará entre G-1 e G-2, dependendo de como as partículas atingirem a atmosfera terrestre.

A Nasa e a NOAA, que já monitoram esses eventos por meio de diferentes telescópios e sondas usadas para previsões meteorológicas geomagnéticas, afirmam que estudos estão sendo feitos acerca da estrutura e da diversidade das chamas do Sol. A Nasa informa que, em breve, uma espaçonave apelidada de Parker Solar Probe será enviada para percorrer as proximidades e a superfície da estrela, com o objetivo de descobrir mais informações sobre a tempestade solar e como suas partículas são expelidas.

 

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes