ONU proíbe acesso a portos de navios que violaram sanções à Coreia do Norte

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Comitê de Acompanhamento das Sanções da ONU contra a Coreia do Norte proibiu o acesso de quatro navios a qualquer porto do mundo, uma medida inédita, informou nesta segunda-feira o coordenador dos especialistas encarregados do caso norte-coreano, Hugh Griffiths.

“Esta é a primeira vez na história das Nações Unidas” que navios que transportaram cargas proibidas por resoluções da ONU têm seu acesso negado aos portos, destacou Griffiths ao final de uma reunião com jornalistas.

Griffiths falou ao final de uma reunião pública desenvolvida na ONU e aberta a todos os países do organismo.

A proibição que recaiu sobre esses quatro barcos foi decidida “em 5 de outubro”, informou o funcionário. Foram vedados “todos os portos (…) por ter transportado mercadorias proibidas”, acrescentou, sem informar quais seriam as embarcações.

Segundo uma fonte próxima ao tema, os quatro barcos foram sancionados por terem transportado no passado ou por continuar transportando no presente carvão, ferro e pescado proveniente da Coreia do Norte, contrariando o último pacote de medidas sanções decididas pela ONU contra Pyongyang.

& #8220;A designação dos quatro navios não quer dizer que serão congelados seus haveres ou que serão proibidos viajar. Se trata de uma proibição de entrada nos portos”, explicou Griffiths.

Segundo diplomatas, na reunião, a segunda deste tipo organizada na ONU, houve representantes norte-coreanos, que não se pronunciaram.

De acordo com uma fonte próxima ao tema os quatro barcos sancionados se chamam PETREL 8 (número 9562233), HAO FAN 6 (número 8628597), TONG SAN 2 (número 8937675) e JIE SHUN (número 8518780).

Os três primeiros navegam com a bandeira das ilhas Comores, Saint Kitts e Nevis, informou o site Marine Traffic, que não identificou a bandeira do JIE SHUN.

 

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes