Imagens de satélite da Nasa mostram os efeitos devastadores do furacão Irma pelo Caribe

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Imagens divulgadas nesta terça-feira (12) pelo Observatório da Terra da Nasa, a agência espacial norte-americana, mostram efeitos da passagem do furacão Irma nas ilhas do Caribe antes de chegar à Florida e passar por território norte-americano.

À medida que as nuvens foram se reduzindo a destruição em lugares como as Ilhas Virgens Britânicas ou Antígua e Barbuda tornou-se evidente.

As imagens com cores naturais foram capturadas pelo instrumento Operational Land Imager (OLI), do satélite Landsat 8, entre 25 de agosto e 10 de setembro, antes e depois da tempestade. Essas estão entre as poucas imagens de satélite relativamente sem nuvens capturadas até agora.

A mudança mais óbvia provocada pelo furacão é a paisagem. A exuberante vegetação tropical das Ilhas Virgens, evidente pelas vibrantes cores verdes, deixou espaço para uma cor marrom que sinaliza como as florestas foram arrancadas pelos fortes ventos da tempestade, deixando apenas o terreno.

Imagens mostram efeitos de Irma na Ilha Gorda, uma das Ilhas Virgens Britânicas (Fotos: Reprodução/NASA)

Irma passou no arquipélago das Ilhas Virgens na tarde de 6 de setembro, onde deixou uma “devastação significativa”. Na época, Irma era uma tempestade de categoria 5 com ventos máximos de 295 quilômetros por hora.

A destruição também é claramente visível em Barbuda. Esta pequena ilha no Caribe Oriental foi diretamente atingida pela tempestade no início do dia 6 de setembro.

Em contraste, a vegetação em Antígua, ilha próxima de Barbuda, parece relativamente intacta. Com o centro da tempestade passando no norte, a ilha sofreu menos danos. A eletricidade já foi religada na maior parte da ilha e o aeroporto internacional reabriu.

Imagens mostram devastação em Antígua e Barbuda (Fotos: Reprodução/NASA)

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes