Sentir dores demais pode ser sintoma de fibromialgia; 5 sinais ajudam a identificar

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Reconhecer os sinais de fibromialgia é importante para diagnosticar e tratar a doença, que ainda não possui cura. No entanto, a diversidade de sintomas pode tornar a tarefa um pouco difícil. Para ajudar, explicamos cada um deles a seguir:

O que é?

Fibromialgia é uma doença que causa dores crônicas por todo o corpo. Ela é amplamente diagnosticada, mas ainda não se sabe quais são suas causas exatas. A teoria mais provável é que seja fruto de uma deficiência do sistema que bloqueia a dor.

O neurologista Claudio Corrêa, do Centro de Dor e Neurocirurgia Funcional do Hospital 9 de Julho, explica que o problema afeta 10 mulheres para cada homem, sendo, portanto, muito mais comum no sexo feminino.

Principais sintomas de fibromialgia são 5

Dores generalizadas

A principal queixa é dor generalizada que surge sem trauma, inflamação ou lesão prévia. O incômodo pode atingir qualquer parte do corpo e pode doer com ou sem o toque.

Ainda pode haver dormência, formigamento, rigidez e fraqueza nos membros superiores e inferiores.

Dificuldade em dormir

Distúrbios do sono também são comuns em pessoas com fibromialgia, visto que o descanso delas não é reparador.

Segundo o especialista, há duas possibilidades para a relação: o problema do sono pode ser prévio à fibromialgia ou as dores da doença levaram à condição.

Dificuldades cognitivas

Os portadores da condição têm dificuldade em se concentrar e frequentes problemas de memória por conta da falta de sono e da própria dor, que dificulta qualquer tarefa que exija maior esforço mental.

Depressão

É muito comum encontrar pessoas com fibromialgia e depressão. Esse vínculo se deve a um círculo vicioso em que o problema psicológico piora os sintomas de fibromialgia &# 8211; já que as emoções negativas reduzem a tolerância à dor -, deixando o indivíduo ainda mais triste e assim continuamente.

Embora a relação seja real, ainda não se sabe se a fibromialgia causa depressão ou vice-versa.

Cansaço

A falta de sono, os sintomas da depressão e as dores constantes criam um estado de exaustão no paciente com fibromialgia, impedindo-o de ter disposição e ânimo.

Tem cura?

Apesar de não ter cura, os sintomas de fibromialgia crônica podem regredir com o passar dos anos, especialmente se for realizado o tratamento adequado.

Tratamento de fibromialgia é diversificado

Os cuidados são multidisciplinares e envolvem médicos, psicólogos, educadores físicos, fisiatrias e fisioterapeutas.

Remédios

Alguns medicamentos visam regular os moduladores de dor no cérebro, reduzindo os sintomas incômodos. Nessa categoria, se encaixam antidepressivos e neuromoduladores.

Ainda são administrados anti-inflamatórios e analgésicos durante as crises agudas de dor.

Exercícios físicos

Praticar atividade física melhora a qualidade de vida das pessoas com fibromialgia pois aumenta os níveis de neurotransmissores que provocam bem-estar e aliviam a dor.

Porém, é indicado evitar atividades de alto impacto e recorrer às mais leves, como hidroterapia e natação.

Psicoterapia

Aprender a lidar com a dor crônica pode ser complicado, mas essa tarefa fica mais fácil com o apoio de psicólogos em sessões de terapia, que ajudam o paciente a agir melhor perante a dor e depressão.

Tratamentos alternativos

Meditação, Tai Chi Chuan e acupuntura também podem promover benefícios ao corpo e à mente do paciente fibromiálgico.

Fonte: Vix

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes