Metade dos jovens mantêm “contatinhos” mesmo namorando, aponta estudo

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Pesquisadores de uma universidade norte-americana descobriram que mais da metade dos jovens conversam com possíveis pretendentes amorosos mesmo quando estão namorando. Os chamados “contatinhos& #8221; estabelecem comportamentos que não são uma traição, mas uma opção (ou substituto) que é conservado à distância.

3 em 4 jovens mantêm contatinhos

Para uma pesquisa realizada pela Universidade Estadual de Michigan, nos Estados Unidos, 658 universitários que tiveram de responder à seguinte questão: “Sem contar compromissos atuais, com quantas pessoas você tem contato porque há interesse em se envolver com elas romântica ou sexualmente no futuro?”

Mais que prontamente, os estudantes abriam conversas do celular para avaliar a quantidade de contatinhos, o que levou 72,9% – ou três quartos deles – a admitir que mantém ao menos uma opção de backup amoroso para um possível envolvimento futuro.

O mais curioso é que a pesquisa, divulgada pelo site de psicologia e neurociência Psy Post, descobriu que não são só os solteiros que têm o hábito. Segundo os achados, 55,6% dos jovens que namoram ou são casados admitiram ter ao menos um possível backup amoroso.

Ainda foi percebido que os solteiros mantinham em média seis contatinhos, enquanto os compromissados, cerca de cinco.

Táticas que não deixam o papo esfriar

Os pesquisadores também estudaram quais são as principais estratégias que as pessoas usam para fazer a manutenção desses contatos e não deixar a conversa morrer. Os estudantes revelaram enviar enviar mensagens positivas e calorosas e pequenas “notas” de garantia, como planejar planos futuros e vagos.

Embora o estudo tenha sido feito de forma criteriosa, a amostra estudada corresponde apenas a estudantes de universidades norte-americanas, o que pode inferir em diferentes comportamentos para pessoas de outras idades ou regiões.

Fonte: Mix

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes