Alerta: Ficar muitas horas sentado ou deitado eleva risco de morte

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um estudo elaborado por pesquisadores de diversas universidades norte-americanas descobriu que o sedentarismo se acumula ao longo do dia e aumenta o risco de morte.

Ou seja, quanto mais tempo você passa sentado ou deitado, seja de forma contínua ou intervalada, maior é o risco de desenvolver algum problema fatal, mesmo se praticar atividades físicas. Entenda:

Muito tempo sentado ou deitado: riscos

O estudo, publicado no periódico Annals of Internal Medicine, analisou mais de 8 mil norte-americanos com mais de 45 anos. Cada individuo teve de usar um acelerômetro – aparelho preso à cintura que detecta a movimentação e níveis de atividade de cada pessoa – por ao menos quatro dias.

Então, os voluntários foram divididos em quatro grupos, de acordo com o período de comportamento sedentário e média dos períodos inativos, e acompanhados por pelo menos quatro anos. Após o quadriênio, foram registradas 340 mortes.

A partir disso, os cientistas usaram programas de estatística para cruzar as informações e isolar o sedentarismo como fator de risco.

Logo, descobriram que as pessoas que ficavam longos períodos paradas durante o dia tinham o dobro de chance de morrer do que as que ficavam paradas por pouco tempo.

Pausa para se movimentar a cada 30 minutos

Além disso, foi observado que as pessoas que se movimentavam a cada meia hora, pelo menos, tinham risco de morte menor.

Isso fez os pesquisadores constatarem que interromper os períodos parados, que são inerentes a muitas profissões, a cada 30 minutos para se movimentar já reduz o risco de morte. No entanto, ainda não se sabe quanto tempo de atividade seria ideal para amenizar o perigo.

Fonte: Vix

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes