Estudo descobre semente capaz de evitar parto prematuro (e grávidas deveriam comer)

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

No último trimestre de gravidez, uma das principais preocupações das futuras mamães é se seu filho irá nascer de 9 meses ou se pode vir ao mundo antes do tempo. Uma pesquisa realizada pela Universidade de Cincinatti, nos EUA, e publicado pelo jornal “New England Journal of Medicine”, revelou que o selênio inibe os genes ligados à prematuridade.

Ou seja, alimentos ricos deste mineral, como a castanha-do-pará, têm ação antioxidante e impedem que os radicais livres produzidos pelo nosso organismo danifiquem células ou membranas. Como o parto prematuro é uma combinação de fatores genéticos e ambientais, os cientistas acreditam que as descobertas podem ajudar nas pesquisas de tratamentos ou indicações nutricionais que possam evitar o parto prematuro.

Alimentos com selênio

Além da castanha-do-pará, o mineral pode ser encontrado em diversos tipos de alimentos, alguns com mais quantidade que outros, com fácil digestão, além de muitos outros fatores para as gravidinhas. São eles: arroz, ovos, feijão, carne, farinha, entre outros.

Castanha-do-pará

A fruta é típica do Norte do Brasil e um dos principais produtos de exportação da Amazônia. Com alto valor proteico, pode ser consumida natural, torrada, em farinhas, além de doces.

Para se ter uma ideia, uma unidade de castanha tem de 200 a 400 microgramas de selênio, além de ser rica também em cálcio e magnésio. Por conta disso, o alimento é extremamente indicado não só para as gravidinhas, mas para todos.

Fonte: Vix

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes