É tempo de doar: Pratique o desapego e saiba como descartar roupas que você já não usa mais

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A gente acaba desenvolvendo um carinho especial por certas roupas e, às vezes, nem sabe explicar por quê. Da mesma forma, algumas peças remetem a uma experiência ruim e, sem se dar conta desta lembrança negativa, a gente as mantêm no armário sem nunca usar. A verdade é que fazer uma boa limpa no guarda-roupa e se livrar das peças antigas é uma tarefa muito difícil. A gente sempre acha que pode um dia precisar daquela blusa, ou que aquele casaco foi muito caro para ser repassado – ou, simplesmente, quer guardar de recordação.

Segundo a personal organizer Ingrid Lisboa, a pergunta que você deve se fazer quando está realizando o descarte de roupas antigas não é “eu gosto desta peça?”, mas sim “eu uso esta peça?”. “Roupa é funcionalidade. ela serve para vestir, não para gostar. Eu costumo dizer que, se você tem de procurar um motivo para manter uma peça, ela tem de ir”, defende a especialista.

Confira os conselhos de ouro de Ingrid que farão você desapegar das peças que não servem mais para você e abrir espaço para o novo (e melhor):

Como praticar o desapego de roupas

Tenha em mente que descartar não é jogar ao lixo, mas sim dar um novo destino à peça.

A exceção desta regra são roupas de esqui, casacões de frio que você só usa em invernos rigorosos de outros países, etc.

Existem dois tipos de apego: o emocional e o material. Se você pagou muito caro em uma peça e por isso tem dó de doá-la, está apegada materialmente a ela. Lembre-se de que ela não vale mais o mesmo preço da época em que foi comprada e que não adianta manter uma peça cara se você nunca a usa.

Já o apego emocional ocorre quando a peça te remete a algum momento ou pessoa especial. Se for o caso, você deve se fazer a seguinte pergunta: isso está me prendendo ao passado? Está, de alguma forma, me imobilizando? Se a resposta for sim, doe.

“Se você precisa arrumar um motivo para o objeto ficar, é porque ele precisa ir embora”, diz Ingrid. Se você olhar para uma peça e pensar “não uso muito, mas acho tão bonita”, significa que ela não está cumprindo sua função e que você está buscando desculpas para mantê-la.

Gaste 15 minutos com cabideiros e 15 com gavetas e volte outro dia. Mas cuidado para não ter distrações: deixe o celular desligado e concentre-se inteiramente na tarefa.

Fonte: Vix

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes