Ciência desvenda 12 hábitos que são bem mais comuns em pessoas muito inteligentes

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Leitura de livros, horas de estudo, conhecimento de artes e história normalmente definem uma pessoa inteligente. Mas alguns outros hábitos e fatos incomuns, segundo a ciência, também podem ser sinais de uma mente brilhante. Confira pesquisas e estudos curiosos sobre o assunto:

O que caracteriza uma pessoa inteligente

1. Segundo um estudo britânico, pessoas que gostam de aproveitar um bom tempo sozinhas e/ou mantêm um ciclo restrito de amizade têm Q.I. acima da média.

2. Meninos nascidos de pais mais velhos – 35 anos, de acordo com um estudo feito no Reino Unido – possuem Q.I. mais alto.

3. Pesquisa da Universidade de Leipzig, Alemanha, descobriu que irmãos mais velhos de uma família têm Q.I. mais alto.

4. Já um outro estudo, realizado pelo Ministério da Educação da China, ser filho único pode garantir maior inteligência. Os pesquisadores afirmam que o convívio maior com adultos e a atenção recebida quase que exclusivamente pelos pais poderiam explicar o fenômeno.

5. Especialistas da Universidade de Richmond, na Virginia, EUA, descobriram que ter um filho faz com que a mulher fique mais inteligente. Será?

6. Pessoas que aprenderam música durante a infância e a adolescência também costumam ter maior pontuação em testes de Q.I., já que, segundo pesquisas, lições musicais melhoram a comunicação e a inteligência.

7. Pessoas inteligentes tendem a enrolar para sair da cama e acordar de manhã, revelou um trabalho científico.

8. De acordo com estudo da Carroll University, EUA, pessoas que preferem gatos a cães também podem ter Q.I. superior.

9. Uma pesquisa divulgada pelo site ScienceDirect revelou que pessoas inteligentes tendem a falar mais palavrão.

10. O mesmo estudo ainda mostrou que quem tem Q.I. mais alto que a média é bagunceiro e tem hábitos noturnos.

11. Se você é canhoto e sempre sofreu para se adaptar, uma boa notícia: diversas pesquisas apontam que pessoas que escrevem com a mão esquerda têm maior tendência a serem mais inteligentes em relação à maioria porque possuem o que a ciência chama de “pensamento divergente”.

12. Pessoas mau-humoradas podem até ser chatas, mas são mais inteligentes do que a maioria. Pelo menos é o que diz um estudo realizado pela Universidade de Nova Gales do Sul, na Austrália.

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes