Casar consigo mesmo(a) virou moda e tem até um nome próprio: sologamia

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Bolo de várias camadas, vestido branco de noiva, buquê, enfim, todos os detalhes de um casamento tradicional fizeram parte da cerimônia em que a italiana Laura Mesi subiu ao altar, diante de 70 convidados. Mas um “detalhe” diferenciou a festa das demais: a ausência de um noivo.

Isso porque a instrutora física de 40 anos decidiu se casar consigo mesma, celebrando o amor próprio e ressaltando a importância de entender, de uma vez por todas, que a felicidade de uma pessoa não depende de um parceiro ou parceira.

Sologamia: a tendência de casar consigo mesmo(a)

O casamento de Laura chamou atenção e foi destacado em diversos veículos da mídia em todo o mundo, mas a cerimônia foi apenas mais uma dentro do conceito que tem virado moda e até possui nome específico: sologamia.

A sologamia – ou “autobodas” ou “autocasamento”- nada mais é do que a celebração da autoestima e do amor próprio, marcada por uma festa “oficial”. Atualmente, algumas agências de viagens e organizadoras de eventos já possuem pacotes para o casamento sem noivo ou sem noiva.

No Estados Unidos, por exemplo, o site “I Married Me” (casei comigo) vende kits completos com anéis, cartões com mensagens de amor próprio e camisetas que ajudam a organizar um “autocasamento” baseado na sologamia.

Fonte: Vix

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes