Vasco e São Paulo duelam com objetivos semelhantes

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Às 17h00 (horário de Brasília), o Estádio de São Januário receberá o confronto entre duas equipes que vêm de um bom momento nas últimas partidas da Série A do Campeonato Brasileiro: pela 34ª rodada da competição nacional, Vasco e São Paulo se enfrentam com objetivos parecidos na tabela de classificação.

Pelo lado do Vasco, o Cruz-Maltino vem embalado pela vitória de 2 a 1 sobre o Santos, de virada, fora de casa. Com 48 pontos, os cariocas tentam ingressar na zona de classificação para a Copa Libertadores. Além disso, os jogadores de Zé Ricardo defendem uma invencibilidade de nove jogos na disputa, já que não perdem desde o revés para o Corinthians, em Itaquera, por 1 a 0.

O comandante vascaíno conversou com seus jogadores sobre a importância de o time fazer a lição de casa. Além do São Paulo, o time ainda vai enfrentar, no meio da próxima semana, o Atlético-MG em São Januário. A ordem é somar seis pontos.

“Sabemos que para os pontos conquistados como visitante serem valorizados, é preciso fazer a lição de casa e por isso mesmo precisamos vencer o São Paulo e o Atlético Mineiro, mas logicamente pensando em um jogo de cada vez”, afirmou.

O meia Nenê, por outro lado, ressaltou o bom desempenho em campo vivido pelo Cruz-Maltino e fez questão de destacar de que a falha em conseguir uma vaga para a principal competição internacional do continente seria considerada um fracasso para o elenco.

“Nós nos credenciamos a brigar pela vaga na Copa Libertadores por conta deste bom segundo turno que estamos fazendo. Portanto, temos que lutar muito pois o foco está todo nisso. Sabemos da nossa capacidade”, reiterou.

Em termos de escalação, o Vasco terá o reforço do lateral-direito Madson, que cumpriu suspensão diante do Santos. Ele ocupará, respectivamente, o lugar de Gilberto. O goleiro Gabriel Félix permanece na vaga de Martín Silva, servindo à seleção uruguaia em amistosos internacionais.

O desfalque novo fica por conta do volante Wellington, suspenso por acúmulo de cartões amarelos. Evander assume o posto. O atacante Luis Fabiano é dúvida para o confronto, já que voltou a sentir dores no treinamento desta sexta-feira. Mas o drama mesmo é a zaga. Anderson Martins está lesionado, Breno não pode jogar por questões contratuais e Jomar está suspenso. Assim, Lucas Rocha deve compor o setor com Paulão.

Há quatro partidas sem perder, com três vitórias e um empate no caminho, os comandados de Dorival Júnior buscam somar os três pontos para chegar ao “número mágico” de 47, considerado seguro para eliminar qualquer chance de rebaixamento para a segunda divisão. O alcance da meta foi vocalizado pelo principal jogador do Tricolor neste segundo turno, Hernanes.

Entretanto, a equipe paulista sabe que uma vitória no duelo a deixaria próxima do G7 da tabela, que corresponde à zona de classificação para a Libertadores da América do ano que vem. Caso os resultados da rodada sejam favoráveis, o clube pode fechar a jornada apenas três pontos atrás do sétimo colocado.

O São Paulo também se apoia na vitória conquistada no último encontro com o Cruz-Maltino: no primeiro turno do Campeonato Brasileiro, as duas equipes se enfrentaram no Morumbi. Naquela ocasião, o Tricolor paulista ganhou por 1 a 0, com gol do atacante argentino Lucas Pratto.

O técnico Dorival Júnior reforçou a importância da conquista de um triunfo para praticamente eliminar a possibilidade de descenso, e destacou que, com uma vitória em cima do Vasco, o Tricolor poderá traçar novos objetivos na tabela da Série A.

“Estamos próximos do primeiro objetivo. Quando consolidar, dentro das nossas possibilidades, podemos lutar por uma nova condição. Dos últimos 12 pontos, fizemos 10, aproveitamento excelente, próximos do líder do segundo turno. Uma campanha completamente diferente do turno. O São Paulo esteve próximo da zona de rebaixamento por muito tempo, mas conseguiu certa estabilidade e, quem sabe, podemos pensar mais

Apesar da possibilidade de aproximação de uma vaga na competição internacional, o meia Petros fez questão de tirar a pressão de cima do Soberano. “Em momento nenhum falamos em Libertadores. Temos muita cautela. Não começamos agora no futebol. Temos exemplo que quando demos passos em falso, a gente se complicou”, contou.

Para o duelo contra os cariocas, o pouco tempo de preparação deve ser um fator para que Dorival Júnior não faça grandes alterações na escalação. Ainda sem poder contar com Cueva, que está com a seleção do Peru, e Éder Militão, com um estiramento na coxa esquerda, o treinador do Tricolor deverá novamente escalar Shaylon e Araruna no onze inicial.

FICHA TÉCNICA – VASCO X SÃO PAULO

Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 12 de novembro de 2017, domingo

Horário: 17h00 (horário de Brasília)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: José Eduardo Calza (RS) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)

VASCO:  Gabriel Félix; Madson, Lucas Rocha, Paulão e Henrique; Jean, Evander, Yago Pikachu, Paulinho e Nenê; Andrés Rios (Luis Fabiano)

Técnico: Zé Ricardo

SÃO PAULO: Sidão; Araruna, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Jucilei, Petros, Shaylon, Hernanes e Marcos Guilherme; Lucas Pratto

Técnico: Dorival Júnior

 

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes