Rodriguinho aponta finanças “não tão boas” e analisa possível saída

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O meia Rodriguinho não descartou uma possível saída do Corinthians na janela de transferências do meio desta temporada. Com os jogos parados para a disputa da Copa do Mundo, o armador lembrou que a situação financeira do clube não é das melhores e, apesar de não ter recebido propostas, disse que pode sentar-se com o presidente Andrés Sanchez para conversar sobre uma negociação se necessário.

“Não é novidade para ninguém que o Corinthians não vive uma fase financeira muito boa. Então, isso pode ser bom para o clube. Se chegar, é sentar e conversar para ver o que é melhor para todos”, comentou o camisa 26, sempre lembrando que tem vínculo longo e uma multa rescisória que gira em torno dos R$ 40 milhões.

“Olha, primeiro que eu tenho contrato até o fim de 2019 e não há nada de oficial. Se chegar, tenho que conversar com o presidente Andrés Sanchez para ver se é viável”, analisou o jogador, que, assim como o restante do time, caiu de rendimento nas últimas partidas e viu o Timão chegar à parada do Mundial apenas na 10ª colocação do torneio.

Principal figura da equipe nos títulos do Campeonato Paulista de 2017 e 2018, além de ser um dos destaques no heptacampeonato brasileiro, Rodriguinho já teve uma investida do exterior negada no começo do ano passado. Na ocasião, o Fenerbahce, da Turquia, seduziu o atleta com uma boa oferta financeira e a chance de ser titular na Europa. O então presidente Roberto de Andrade, no entanto, negou a investida e estendeu o vínculo.

“Se eu soubesse o que está dando errado falaria para o treinador para melhorar. O momento é de trabalhar, só assim vamos colocar a casa em ordem. Ele [Osmar Loss] é um cara bem estudioso e vai saber identificar aonde temos que melhorar. O que está prejudicando a equipe é justamente isso. Os resultados não estão vindo”, concluiu o jogador.

Assim como o restante do elenco, Rodriguinho tem reapresentação marcada para o dia 25 deste mês, depois de curtir dez dias de férias. O Timão, que disputa amistosos contra o Cruzeiro nos dias 4 e 11 de julho, e frente ao Grêmio, no dia 8, volta a atuar em partidas oficiais no dia 18 do mês que vem, contra o Botafogo, em Itaquera.

 

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes