Menina de 8 anos morre conduzindo carro de corrida

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A ideia de crianças de apenas oitos anos pilotando carros de corrida parece bizarra, mas há uma versão legalmente aceitável na Austrália. Os carros de drag racing, que atingem velocidades altíssimas apenas em linha reta, tem uma versão júnior ‘lenta’, que atinge quase 100 km/h. Anita Board, oito anos, acabou morrendo após bater em um muro de concreto próximo à saída da pista em um autódromo na cidade de Perth.

Segundo o The Washington Post, as crianças passam por vários testes para tirarem a licença júnior da Associação Australiana de Drag Racing. Em um deles, com os olhos vendados, têm de escapar de um suposto incêndio no carro. Começam com velocidades bem baixas e vão aumentando aos poucos.

Anita estava fazendo a primeira de suas duas corridas de 200 metros para tirar a licença. Porém, perdeu o controle do carro e não conseguiu sair corretamente da pista, batendo assim no muro. A polícia está investigando e o drag racing foi suspenso pelo governo do Austrália Ocidental, nome do estado onde aconteceu o acidente.

“Acho que todos concordam que é uma velocidade absurda para uma criança de oito anos sozinha em um veículo. Não sou um expert em esportes a motor, com certeza não sou um expert em segurança de esportes a motor, então é apropriado que esperemos as investigações para que cheguemos ao centro do problema, disse o Roger Cook, premiere da Austrália Ocidental.

Ian Board, pai de Anita, postou no Facebook dias antes os carros de drag racing das duas filhas (a mais velha tem 11 anos). “A história fala por si só e infelizmente é algo que acontece uma vez em um milhão. E aconteceu conosco, com a nossa menininha. Nós entendemos que são necessárias algumas mudanças, mas não acreditamos que deva haver algo tão radical”, disse Ian, grande influenciador das filhas no esporte, à imprensa local.

 

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes