Corinthians tenta reagir e reduzir esperanças de título do Santos

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Com duas derrotas em três jogos disputados no segundo turno do Campeonato Brasileiro, a última delas para o lanterna Atlético-GO, o Corinthians espera voltar a impor o respeito que o levou à liderança folgada na tabela de classificação. Para isso, precisa mostrar força contra o Santos, a partir das 16 horas (de Brasília) deste domingo, na Vila Belmiro.

O clássico é decisivo para as pretensões do clube da casa, que iniciou a rodada 12 pontos atrás do Corinthians e reúne 2% de chances de conquistar o título (contra 78% do líder), segundo o matemático Tristão Garcia. “Ainda restam muitos jogos, mas, teoricamente, é um concorrente direto. Só pensamos em fazer uma grande partida”, comentou o lateral direito Fagner.

Fagner é um dos quatro jogadores do Corinthians que se reapresentaram a Fábio Carille após as duas últimas rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo, que paralisaram o Brasileiro. Mesmo com os retornos dele, do goleiro Cássio, do zagueiro Balbuena e do atacante Romero, o técnico não voltará a contar com a sua formação considerada ideal. Afinal, o lateral esquerdo Guilherme Arana não se recuperou de lesão muscular na coxa esquerda e dará lugar ao improvisado Marciel.

Com esse time, o Corinthians se sente confiante para acabar com a desconfiança gerada por suas últimas apresentações. O time de Carille ainda não perdeu clássicos na temporada e geralmente se apresenta melhor contra adversários que figuram na parte de cima da tabela.

“Criamos essa pressão de ter a vantagem, então vamos saber lidar com ela, com tranquilidade. Sempre tivemos a consciência de que ainda havia muita coisa pela frente. Não está ruim nem há nada perdido. A nossa equipe é madura, com os pés no chão, e vai continuar trabalhando normalmente”, disse Fagner.

Do outro lado, o Santos terá que encarar dois jogos decisivos em um espaço de apenas quatro dias. Logo após enfrentar o Corinthians, a equipe do litoral viajará ao Equador, onde terá pela frente o Barcelona de Guayaquil, na quarta-feira, pelo confronto de ida das quartas de final da Copa Libertadores da América.

“Teremos um jogo de seis pontos contra o Corinthians. Se eles ganharem, vão se distanciar bastante. Se ganharmos, diminuímos. Será uma semana decisiva, com dois jogos difíceis. O de quarta-feira é mais importante ainda, já que entraremos para buscar o principal objetivo no ano”, comparou o atacante Bruno Henrique, deixando claro que está mais preocupado com uma vitória sobre o Barcelona de Guayaquil.

Por conta do duelo na competição continental, especulou-se a possibilidade de o técnico Levir Culpi poupar alguns atletas no clássico. O comandante, porém, conseguiu descansar o elenco com a folga no calendário proporcionada pelas Eliminatórias.

O único desfalque certo do Santos é o zagueiro David Braz, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Na vaga dele, o técnico santista deverá promover a entrada de Gustavo Henrique. De resto, o time será o mesmo que empatou por 1 a 1 com o Cruzeiro, no Mineirão, na longínqua rodada passada do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA – SANTOS X CORINTHIANS

Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)

Data: 10 de setembro de 2017, domingo

Horário:  16 horas (de Brasília)

Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)

Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (Fifa-SP)

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Zeca; Renato, Alison e Lucas Lima; Copete, Ricardo Oliveira e Bruno Henrique

Técnico:  Levir Culpi

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Marciel; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô

Técnico: Fábio Carille

 

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes