CBF envia lista final e diz que pré-inscritos na Copa podem jogar no Brasileirão

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A CBF enviou nesta sexta-feira a lista final de 23 jogadores à Fifa, e informou que por isso os pré-inscritos na Copa do Mundo estão liberados para atuar por seus clubes. Em duas linhas escritas no seu site oficial, sem maiores explicações, a entidade deu condição de jogo àqueles 12 jogadores que estão na lista inicial, mas não foram convocados por Tite para disputar o torneio.

“A CBF informa também que os 12 atletas adicionais constantes na pré-lista (35 jogadores) estão em condição de jogo por seus clubes nas competições que estejam disputando.”

Na visão da CBF, o envio antecipado da lista final de 23, cujo prazo era 4 de junho, derruba automaticamente a lista provisória de 35. A entidade garante ter certeza de que os demais ficam autorizados a entrar em campo. Mas é bom ressaltar que a Fifa não mandou nenhum ofício de liberação.

O envio dessa relação definitiva não foi feito antes porque a comissão técnica estava finalizando os exames médicos e físicos exigidos pela Fifa para que os atletas sejam inscritos no torneio.

Antes de qualquer posição da CBF, Grêmio, Palmeiras e Cruzeiro já haviam confirmado que atletas de suas equipes estariam liberados para a rodada do fim de semana do Campeonato Brasileiro. Casos de Maicon e Luan, do Tricolor gaúcho, Dudu, do Verdão, e Dedé, da Raposa.

Tite e Edu Gaspar optaram por não tornar públicos os nomes dos suplentes. Nem mesmo eles ou seus clubes saberiam que estariam na lista. O problema é que o artigo 45 do regulamento da Copa do Mundo determina descanso para todos os inscritos, e uma circular assinada pela secretária-geral da Fifa marcou esse período para a partir do dia 21 de maio.

Outro documento estipulou um prazo para pedidos de exceções. A Conmebol, por exemplo, obteve permissão para os convocados atuarem até dia 24, na Libertadores. A CBF só tomou uma atitude na última segunda-feira, com meses de atraso, quando Edu Gaspar antecipou o envio da lista final de 23 nomes e pediu ajuda à Conmebol.

Na última quarta-feira, o Palmeiras não pôde escalar o atacante Duducontra o América-MG, pela Copa do Brasil. O comunicado da CBF foi feito apenas no dia do jogo.

A opção pelo sigilo da lista visava minimizar discussões em torno de nomes que vão à Copa, outros nessa relação de suplentes e aqueles que nem sequer foram citados. Um dos argumentos da comissão técnica é que, em caso de lesão, qualquer atleta pode ser convocado como substituto até 24 horas antes da estreia, independentemente de estar ou não nessa relação inicial que foi enviada dia 14 de maio.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes