Artigo: Vamos plantar flores, frutos e amores? – Por Cynthia Zanotto

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Setembro chegou, o perfume das flores está no ar e a Primavera já está anunciando-se com floradas de Ipês reinando magníficos. Você tem um pedacinho de terra? Uma varanda onde bata sol? Porque não aproveitar a inspiração da primavera chegando e plantar? Experimentar cultivar flores como capuchinhas, coreopsis… junto com alfaces, rúculas, salsinhas, manjericão, alecrim, que tal? Flores, que alegram a vida, alimentos frescos cultivados com amor e aromas.

É muito simples: afofe levemente com carinho seu pedacinho de terra, sentindo a terra, caso você tenha uma composteira em casa, aproveite e misture o composto na terra, se não compre um pouco de húmus de minhoca (minhocas são grande trabalhadoras da terra). Imagine como você quer ver o seu canteiro com flores laranjas e amarelas, alegres em grupos – é sempre bom estar em boa companhia, alfaces crespas com suas folhas verdes mais claro que contrastam com as folhas verdes mais escuras das rúculas, tudo junto misturado com manjericão, que atraem as abelhinhas – trabalhadoras, que polinizam as flores e garantem uma produção melhor.

Na sua imaginação criativa você já está vendo o seu canteiro florido, produtivo, agora é só comprar as sementes ou as mudinhas e mão na massa, quer dizer mão na terra. Plantar, observar, esperar o tempo para nascer, crescer, cuidar. É tudo muito simples, porém, parece que estou ouvindo alguns comentários: eu não sei plantar! Plantar é uma boa forma de quebrar paradigmas, aprender fazendo, aprender com a natureza, dar-se o direito de acertar e errar e acertar.

Eu faço o convite: vamos experimentar? Nós podemos experimentar e observando o que acontece, vamos aprendemos e nos reconectamos com a terra, e expandindo nossa reflexão: Até que ponto você pensa que a falsa separação entre natureza e cultura sabota nossos esforços para proteger a biodiversidade? E porque você pensa que precisamos não apenas criar reservas naturais mas também nos engajar na agricultura regenerativa, agroflorestal, e cuidar da biodiversidade em nossas cidades e jardins?

Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 15: Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda da biodiversidade. Bom plantio com Amor e Alegria!

*Cynthia Zanotto * Cynthia Zanotto é Jardineira, Educadora, Gaia Education Certified Trainer, Engenheira Agrônoma pela FCA – UNESP Botucatu, pós-graduada em Pedagogia da Cooperação e Metodologias Colaborativas pela UNIBR

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes