Açougueiro é preso suspeito de estuprar dois meninos em Goias

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O açougueiro Pedro Umbelino do Nascimento Gomes, de 41 anos, foi preso suspeito de estuprar dois meninos de 11 anos em Planaltina, no Entorno do Distrito Federal. Ele abordava crianças de forma aleatória e oferecia brinquedos, doces e dinheiro para conquistar a confiança. Conversas de celular obtidas pela Polícia Civil mostram o homem pedindo fotos nuas para uma das vítimas.

A polícia começou a investigar o homem após vizinhos denunciarem que a casa do suspeito era frequentada por muitos menores de idade. Durante o trabalho de monitoramento, uma das vítimas apareceu na delegacia acompanhada da mãe. “O menino disse que foi estuprado pelo Pedro várias vezes. Ele relatou que foram mais de 20”, contou o delegado Yasser Yassine.

O G1 não conseguiu localizar a defesa do suspeito até a última atualização desta reportagem.

Ainda durante as investigações, uma segunda vítima também procurou a delegacia, apresentando conversas por meio de um aplicativo pedindo fotos nuas à criança. Nas mensagens, o homem diz que está vendo filmes pornográficos e pergunta se o menino está se masturbando. Em outro trecho ele pede uma foto das partes íntimas da vítima: “tira uma foto aí, depois eu mando um presente”.

O homem foi preso na quinta-feira (10), quando estava marcando de se encontrar com uma das vítimas. “Ele confessou parcialmente os crimes. Disse que apenas masturbava as crianças e elas o masturbavam. Mas, isso por si só, já caracteriza o crime”, explicou o delegado.

Pedro é casado e morava em casa com a esposa. Porém, ela não será investigada, pois não tinha conhecimento dos crimes. “As vítimas relataram que elas eram levadas escondidas para a casa ou então para um matagal que tinha próximo à residência”, completou.

Depois da prisão do suspeito, outras crianças procuraram a polícia denunciando que também foram vítimas do açougueiro. Ele foi indiciado por estupro e pedofilia.

Homem é preso suspeito de estuprar dois meninos em Planaltina, Goiás (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes